NOTÍCIA
...

Sergipe goleou o Amadense no Batistão.

06 de fevereiro de 2018

No último domingo, 04 de Fevereiro, o Gipão entrou em campo para enfrentar a equipe do Amadense, lanterna do estadual. A oportunidade era ideal para retomar a liderança, uma vez que o Itabaiana havia empatado com o Freipaulistano no dia anterior. A torcida colorada mais uma vez fez um show à parte empurrando o Vermelhinho para mais uma vitória - e que vitória! Foi também a estreia do novo centroavante do Gipão, o goleador Nino Guerreiro. Para a partida, o Vermelhinho apresentou alguns desfalques, como o xerife da zaga Cláudio Baiano e o Atacante Rodney, ambos no departamento medico. Para o lugar do zagueiro campeão com O Mais Querido em 2013, o treinador Elias Borges optou por recuar o volante Diego Paulista. O papel de ponta de lança ficou a encargo de Nino Guerreiro. 

Com um time mais ofensivo, o Sergipe tratou logo de abrir o placar com o estreante da tarde. O camisa 9 mostrou que tem estrela e faro de gol ao receber um belo cruzamento de Marinho Donizete pela esquerda e cabecear a bola no canto direito do goleiro adversário, isso aos 7 minutos. Ainda na etapa inicial, aos 20 minutos, o Gipão ampliou com uma bola lançada à grande área que, num bate-rebate, acabou acertando o zagueiro adversário e entrando em sua própria meta.

O 2x0 no placar acabou deixando o time rubro um tanto quanto acomodado no final do primeiro tempo ao ponto de, num contra-ataque do Amadense, o juiz apitar uma falta bastante controversa dentro da área do Sergipe. E assim o Amadense marcou o seu gol aos 39 minutos do primeiro tempo.

O intervalo parece que fez bem à equipe d’O Mais Querido. O time entrou com uma nova postura, mais atento, procurando sempre o jogo e se fazendo hegemônico na posse de bola. O jogo esteve sob todo o controle do Gipão. O gol não tardaria a acontecer. Aos 21 minutos da tapa final, após um cruzamento para dentro da grande área, Nino Guerreiro chuta em direção ao gol, a zaga adversária desvia e a bola sobra para o craque Diogo, que enche o pe e faz um belíssimo gol, marcando o terceiro para o Sergipe.

A tônica do jogo se resumia ao domínio de bola da equipe rubra. O ataque da Amadense pouca ameaça infligiu ao goleiro rubro, o que se notou com a falta de condicionamento físico do centroavante adversário.

A torcida rubra ansiava por mais um gol. Após várias tentativas desperdiçadas, o volante Brendon, campeão em 2016 com o Gipão, acerta um balaço no travessão da meta adversária. No rebote, o atacante Leo marcou o quarto para o Gipão, sacramentando a golada por 4x1.

Um time muito bem organizado e taticamente disciplinado. A chegada do matador Nino Guerreiro mostrou ser a peça que faltava à equipe. O Gipão vem voando rumo ao 35º Título estadual.

O Sergipe jogou com Jean, Rhuan, Diego Paulista, Heverton Luiz e Marinho Donizete; Brendon, Ramalho, Carlinhos e Diogo; Nino Guerreiro e Lucas Dantas.