NOTÍCIA
...

A Sergipanidade e o Amor pelo Gipão

24 de outubro de 2018

Existem várias maneiras de expressar a Sergipanidade, e a Torcida Colorada tem o hábito de carregar o amor pelo estado através de manifestações de orgulho pelo Gipão. Não há valor que mensure essa vibração da torcida mais apaixonada do estado em todos os lugares do mundo. A distância não os intimidam pra dizer de onde são e pra quem torcem.  
 
Cleberson Costa, de 27 anos é um desses torcedores que honram cultura, sotaque, gostos e, evidentemente a imensa paixão pelo Gigante do Siqueira. Ao fazer uma viagem de férias pela Europa, usufruiu de experiências incríveis ao levar consigo as cores do Club Sportivo Sergipe, representadas por mantos e bandeiras.
 
Em um bate-papo com a nossa equipe de comunicação, Cleverson compartilhou um pouco sobre o que o impulsiona a carregar esse orgulho por todos os lugares por onde passa:
 
“Essa foto foi no Coliseu de Roma. Foi minha primeira viagem internacional. A galera leva a bandeira do Brasil, geralmente, e se leva de clube, leva do eixo sul-sudeste. Eu queria justamente despertar isso: sou sergipano, torcedor do Sergipe e cheguei aqui. O Sergipe chegou lá! Isso que eu queria, levar comigo o que me representa, para que os outros conheçam. Em todas as cidades que visitava sempre estava com ou com a bandeira ou com a camisa. Complemento dizendo que o Sergipe leva o nome do estado que nasci. Pra vocês terem uma ideia, andando com a minha esposa Aline pelo metrô de Paris, cobertos pela bandeira Colorada, um homem abordou a gente falando "Sergipe... Sergipe?! Cara, não acredito nisso. Vi de longe e vim falar com vocês. Vocês são de Sergipe? Eu sou baiano, mas meu pai era sergipano e morei muitos anos lá. Moro em Paris há muitos anos também e nunca vi algo que lembrasse da terra do meu pai." Ele estava bastante emocionado. Isso não teve preço. Isso justificou minha peregrinação com camisa ou bandeira que levasse o nome do estado, o nome do Sergipe – Completou Cleberson.
 
 
Sendo hoje o Dia da Sergipanidade, não poderíamos deixar passar em branco. Portanto, aproveitamos o ensejo para dizer o quanto somos felizes por saber que colocamos as nossas cores na história do nosso estado. Faça como Cleverson você também: continue honrando o seu espírito de autêntico sergipano e não hesite em fazer isso como um bom Colorado. Viva a Sergipanidade!