NOTÍCIA
...

NADA COMPRA 90 MINUTOS COM O MEU GIPÃO

10 de abril de 2018

Não gosto de assistir a jogos sentado num sofá. A única ocasião que me dá satisfação em ligar uma TV para ver um jogo é quando o meu Gipão se apresenta em alguma praça distante. Somente assim para ficar um pouco conformado com o conforto de um sofá. Onde me sinto realmente feliz e satisfeito é do alto de uma arquibancada, ou colado a um alambrado desses campos de interior: Frei Paulo, Itabaianinha, Estância, Dores, Itabaiana, onde o Sergipe estiver. O próximo será em casa, no Batistão.

O Sergipe precisa de meu grito, de meu canto. E do seu também, meu amigo colorado. É a sua voz que dá combustível à equipe. É o ritmo de suas canções que conduz a partida. É o seu amor que dá sentido à conquista! Nada é tão prazeroso como estar com o Gipão.

Restam mais 90 minutos desse campeonato. Sábado será dia de mais uma vez soltar a voz no Batistão; dia de fazer toda a cidade escutar o que é ser colorado. A glória nos espera. Mas só virá se fizermos por merecer. Mais do que nunca, torcedor, sua presença será imprescindível, fundamental. Um mar vermelho precisa inundar as arquibancadas do Batistão.

Nada é fácil para o Sergipe. Não há vantagem. Não há destino manifesto. Há mais de um século que a nossa glória se faz com suor e sofrimento. Mas o que seriam, afinal, das nossas grandes conquistas sem cada gota de suor derramado? Sem cada rosto apreensivo nas arquibancadas antes do gol? Eu lhe digo, meu caro leitor, que o sabor de um título do Sergipe é muito mais extasiante que de qualquer outro.

Não somos ricos, nem somos uma seleção. Somos simplesmente o Sergipe. E isso é o suficiente para traduzir toda força construída ao longo de 108 anos de lutas e de glórias! Somos o club do povo. Somos cada bairro de Aracaju. Somos cada cidade deste estado, do litoral ao sertão profundo. Sofrer, lutar e vencer: eis o nosso verdadeiro destino.

Torcedor, sábado você tem mais um compromisso com o Gipão!

Gustavo Tenório